sábado, 8 de agosto de 2015

Bem

O seu bem é a bondade. Esconde-a durante massacres, mas está lá sempre que merecida. Em silêncio, ampara o meu corpo quando a força não me chega e inventa curas para os males que nem sei que tenho. Talvez a sua bondade seja, no fundo, só mais uma forma de amar.