sábado, 10 de setembro de 2016

Intrusos

Os que se batem pela justiça, os que professam a compaixão, os que respeitam a sua humanidade, os que aparecem e resolvem, os que escolhem acordar antes do nascer do sol, os que só tomam o que cultivam, os que se buscam, os que buscam o outro, os que condenam a condenação, os que deitam as mãos à terra e daí tiram todo o seu sustento, os que erguem as paredes dos seus abrigos, os que agradecem, os que amam.
- Sonhas demasiado, não és deste mundo. - A pequenez.