domingo, 30 de outubro de 2016

Diferenças

Um casal de idosos caminha de braços dados. Enquanto dá passadas, o homem vai apreciando a paisagem, olhando em redor, e acaba tropeçando desastradamente em si próprio. O braço da esposa vale-lhe a salvação e não chega a tombar. Depois de o segurar e de garantir que o marido se mantinha em pé, logo puxou reprimendas como fazem as mães aos filhos crianças:
- Ó homem, tu não sabes ver onde pões pés? Não caminhas como deve ser? Não sabes olhar para o chão? - O homem, espantado, responde-lhe:
- Então hei de caminhar a olhar para o chão?! Eu tenho é que olhar para cima, para apreciar as coisas.
Seguiram caminho - eles juntos mais as diferenças irreconciliáveis.